Em consequência da acentuação da necessidade em ser desenvolvidas edificações e obras complexas e providas de uma infraestrutura superior, se sucedeu o surgimento de recursos em conjunto às metodologias munidas de elevado potencial técnico.

Nos dias atuais, o solo grampeado consiste na técnica amplamente empregada com a finalidade de concretizar a execução de projetos de contenções, justamente pelo fato de conceder as condições ideais para a estabilização de terrenos em declive ou aclive.

Por quais razões a execução de projetos de contenções é indispensável?

Inicialmente, a execução de projetos de contenções por intermédio do solo grampeado corresponde ao serviço que proporciona o aperfeiçoamento tanto dos taludes artificiais (gerados com a realização de atividades como a escavação e aterramento) quanto de taludes naturais (resultantes de ações geológicas e naturais).

Em modo geral, a estabilização seguindo essa técnica decorre com a introdução de chumbadores em áreas específicas do maciço, onde o alicerçamento dos mesmos ocorre com a injeção de calda de cimento. Após essas etapas, é aplicado um revestimento de concreto projetado.

Concomitantemente a esses procedimentos, é efetuada a drenagem profunda com o uso de DHP (Dreno Sub-Horizontal Profundo) e a drenagem de superfície a partir do emprego de canaletas e os drenos de paramento.

Além do mais, a estabilização de taludes com a aplicação das práticas que compõem a efetuação do solo grampeado não geram impactos ecológicos, contribuindo com a preservação do meio ambiente.

Sendo assim, o ato de solicitar a execução de projetos de contenções se trata da resposta para garantir com que as obras próximas aos taludes possam ser efetuadas de forma correta e segura.

O texto acima "Execução de Projetos de Contenções" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.