Execução de Projetos de Tirantes Protendidos

A acentuação da necessidade de amplificar a capacidade técnica e produtiva dos processos exercidos nos setores de construção civil, motivou tanto o desenvolvimento quanto o surgimento de recursos tecnológicos e metodologias altamente eficazes.

Dentre as técnicas provindas desse progresso, a aplicação de tirantes protendidos se destaca devido ao fato de ser comumente empregada, proporcionando as condições ideais para a atuação em áreas próximas a terrenos íngremes.

Por que a execução de projetos de tirantes protendidos é fundamental?

Primeiramente, um tirante se trata de um aparato constituído por materiais resistentes a tração, tais como monobarra, cabos de aço, cordoalha e fios, onde a composição varia de acordo com as especificações do projeto.

Exibindo de modo generalizado, após a realização da perfuração, os tirantes são introduzidos no maciço de forma vertical ou sub-horizontal. Já o alicerçamento, o mesmo é executado com a injeção de calda de cimento no interior de cada cavidade contendo o tirante, compondo o buldo de ancoragem.

Uma vez que o buldo de ancoragem se encontra conectado à parede estrutural, a execução de projetos de tirantes protendidos garante com que taludes naturais e artificiais sejam estabilizados, impedindo o ocasionamento de adversidades como os deslizamentos.

Além do mais, o grande diferencial em aplicar um tirante protendido é verificado no fato desse elemento originar um estado de tensionamento preventivo. Em outras palavras, é aplicado um coeficiente de força na estrutura de contenção criando uma resistência ao maciço.

Dessa forma, a execução de projetos de tirantes protendidos supervisionada e planejada por uma empresa responsável representa a resposta para impulsionar a efetividade das suas obras.

O texto acima "Execução de Projetos de Tirantes Protendidos" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.