Sob a indispensabilidade de adotar meios para aumentar o desempenho técnico de obras residenciais e corporativas, foram concebidos materiais em conjunto às suas técnicas de aplicação, assim como o fulget, das quais são capazes de amplificar o aspecto visual, elevando a qualidade da infraestrutura.

Porém, com o objetivo de perpetuar o excelente estado de conservação, sucederam-se a criação de serviços como a recuperação de fulget.

Por que é indispensável realizar a recuperação de fulget?

Primeiramente, o fulget ou fulgê, consiste no método destinado à formação de um revestimento aplicando uma base cimentícia em conjunto a agregados de minerais britados, sobre pisos, fachadas ou paredes.

Em outras palavras, a técnica de fulget é realizada com a aplicação de uma massa constituída por areia, cimento branco, água e aditivos, onde a mesma atua como elemento de fixação para fragmentos de quartzo, calcário, granito e mármore.

Basicamente, antes que a argamassa se solidifique, é aplicado um jato de água com a potência apropriada para remover o excesso desse elemento, de modo com que os fragmentos tornam-se parcialmente expostos.

Pelo fato do objetivo desse conjunto corresponder em elevar as propriedades de resistência e durabilidade da estrutura destinada a receber o acabamento, é de suma importância realizar a manutenção periódica, assim como a recuperação de fulget.

A recuperação de fulget pode ser dada com a aplicação substâncias reagentes como o ácido muriático, em casos da presença de impurezas, Porém, caso exiba danos estruturais, é necessário formar um novo revestimento.

Desfrutando dos serviços necessários, são adotados os meios adequados para conceder o ideal estado de conservação do revestimento em fulgê, assegurando a eficiência do seu empreendimento.

O texto acima "Recuperação de Fulget" é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre direitos autorais.